Dá-lhe, Bandeira!

‘Xeeeeeeeente’, nem sabia que Seu Manuel podia ser tão lascivo!!!!

Havemos eu + uma turma de festejá-lo em breve na FLIP em Paraty.
Que esses seus versos nos sirvam de inspiração durante viagem…

Éééeé…
Vivendo, lendo e aprendendo…

E se Dionísio quiser, trepando tb…em breve!

(Sim, porque pelo visto só rezando muito ao Deus libertino pra sair dessa fase siniiiiiiistra em que me encontro. Semana passada fiquei passaaaaaaaada mesmo…só tomei toco! Um atrás do outro…Nossa…Tem noção??????)

Deliciem-se…
(Valeu Luciano! E continuo aguardando meu conto profano de sua autoria)

A cópula

Depois de lhe beijar meticulosamente
O cu, que é uma pimenta, a boceta, que é um doce,
O moço exibe à moça a bagagem que trouxe:
Colhões e membro, um membro enorme e turgescente.

Ela toma-o na boca e morde-o. Incontinênti,
Não pode ele conter-se, e, de um jacto, esporrou-se.
Não desarmou porém. Antes, mais rijo, alteou-se
E fodeu-a. Ela geme, ela peida, ela sente

Que vai morrer: – “Eu morro! Ai, não queres que eu morra?!”
Grita para o rapaz que, aceso como um diabo,
Arde em cio e tesão na amorosa gangorra

E titilando-a nos mamilos e no rabo
(Que depois irá ter sua ração de porra),

Lhe enfia cona adentro o mangalho até o cabo.”

(Manuel Bandeira)

bjs…

4 Respostas to “Dá-lhe, Bandeira!”

  1. Renata Born Says:

    Peraí? Do Manelzinho? Né não!

  2. Felícia B. Says:

    isso aí. só vale se for cona adentro o mangalho até o cabo.

  3. Anonymous Says:

    Hummmmmmm…

  4. Anonymous Says:

    hum…doce com pimenta!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: