Falar ou não falar…Eis a questão!

A revista NOVA fez uma pesquisa há meses atrás e publicou na web uma reportagem intitulada “Papo de cama”.

De acordo com a nota, a grande maioria dos entrevistados revelou que adora falar e/ou ouvir sacanagens ditas pelo parceiro, tanto nas preliminares quanto na hora da transa.

Sexólogos que participaram desse levantamento afirmam mesmo que o ato de gemer e falar, expressar desejos, fantasias, fazer provocações, enaltecer a performance do parceiro, eleva a auto-estima e encoraja o ato sexual.

É claro que sempre haverá exceções, tem gente que não gosta, prefere o silêncio ( não é o meu caso, darling ).

Daí, pode acontecer da pessoa se empolgar e acabar ouvindo um “Fica quietinho/a, por Deus!”.

Ou então a aceitação da coisa vai depender também do que é e de como é dito, não é verdade?

Já ouvi relatos engraçadíssimos, como o de uma garota que namorava um cara meio gago e desconcentrava total quando o moço arriscava umas frases mais longas ( talvez ele devesse ter tentado cantar alguma coisa…);
de uma Lôca bizarra, me contou um rapaz, que na hora gritava “Paizinhooooo! Assim! Vem, paiziiiinho!” (geeeeeeente, como assim??!!!);
ou de uma guria carioca que belo dia ficou com um paulista e o cara mandou na hora um “Pega no meu piiiiiiiiiiinto!”, carregaaaaado no sotaque ( nada contra os paulistas, juro, mas…não rola, né? ).

Pois bem, absurdos a parte, o fato que é uma coisinha picante, muito bem dita, na horinha certa, é uma injeção de libido pra maioria.

Como gostei do assunto e fiquei curiosa quanto às preferências dos meus leitores safados, postarei nesse blog, aí ao lado, uma enquete.
Me darão muito prazer se participarem da brincadeira.
Basta votar!
Na próxima semana divulgarei o resultado.

Quem souber de alguma história divertida que tenha ouvido falar ou mesmo vivido, também fique à vontade para deixar na janelinha de comentários.

Bjs, bjs, bjs!

6 Respostas to “Falar ou não falar…Eis a questão!”

  1. Anonymous Says:

    Eu acho que falta (pelo menos) uma opção na enquete: “Não sei.Se estiver muito bom, perco a noção disso e de tudo o mais. Aí, a sacanagem, se estiver merecendo mesmo esse nome, não merece mais esse nome. Não merece nome algum. É tudo espanto e gozo. Gozo e espanto. E, então, falamos. Com amor. Amor por falar. Falar com o outro. Amor pelo prazer de ouvir o que dizemos para o outro. Amor pelo prazer do outro ouvindo.”

  2. Samir Abujamra Says:

    Prezada Lady,
    Você sabe que eu adoro uma mulher barulhenta…

  3. Samir Abujamra Says:

    Prezada Lady,

    Você sabe que eu adoro uma mulher barulhenta…

  4. Carol Says:

    em qual bar eu conto??

  5. Lady Shady Says:

    Anônimo: Lindo comentário!

    Samir: …mas acho que vc se preocupa demais com a vizinha, hahaha…

    Carol:Oba! conta, conta! Próximo Bar…

  6. Renata Says:

    Entre quatro paredes vale tudo, né, Lady?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: