"Fogo nas Entranhas"


“Na manhã seguinte Eulália havia saído, e Roque estava dormindo.
Isidra levou o café-da-manhã para o patrão. Levantou a persiana da janela.
Roque continuava dormindo; mas sua pica, não.
A cueca mostrava,às claras, uma intensíssima ereção.
Os olhinhos da anciã lançaram chispas.

Livrou-se da cinta que oprimia seu ventre e baixou a cueca do homem. Roque continuava dormindo, provavelmente sonhando que trepava com uma deusa.
Isidra nunca tinha visto um cacete. A descoberta deixou-a fora de si. Nem pensou na sua honra,zelosamente guardada ao longo de 70 anos.
Escancarou-se em cima dele, decidida a entregar seu tesouro. Mas não era fácil: ela não tinha nenhuma técnica. Os longos anos de abstinência haviam lacrado suas portas de prazer. Mas Isidra não desanimou diante das dificuldades. Havia algo mais forte debaixo daquela boa dose de cueca apertada estimulando Isidra para a penetração.

Depois de insistir um bocado,ela conseguiu ser empalada.
Roque despertou com o galope enlouquecido da empregada, mas era tarde demais para tentar evitar.
Resolveu fechar os olhos e fazer de conta que continuava dormindo.”


( “Fogo nas Entranhas”,Pedro Almodóvar )

Uma resposta to “"Fogo nas Entranhas"”

  1. Bia Prado Says:

    Amei seu blog Simone!!!
    A praia agora é sua tb.
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: